Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \25\UTC 2010

Esta semana, a Casa de Yoga oferecerá, ao público em geral, aulas abertas de Tai Chi Chuan e de Danças Circulares.
Todos estão convidados a se equilibrar, dançar e sair de lá muito mais leves. Vejam as informações abaixo.

Aulas abertas. Cliquem na imagem para ampliá-la.


Um abraço!

Read Full Post »

Dia das Mães

A festa do Dia das Mães no colégio é sempre emocionante, o amor transborda [as lágrimas também…], e esse ano não foi diferente!

As mães ganharam uma bandeja de café da manhã e compartilharam com seus filhos todas as comidinhas gostosas na manhã fria do sábado, dia 15 de maio.

Na manhã fria de sábado, o sorrisão de Fabiola e suas filhas, Nicole e Laura.

Karla e sua filha Giovanna.

As salas de aula foram decoradas com muito carinho, tanto no Ensino Fundamental I quanto no Fundamental II. Olhem só o painel que a Professora Sueli e seus alunos do 3º Ano fizeram!

"Mamãe, você é a flor do meu jardim!"

A festa terminou com um coral emocionante, que encheu de alegria e amor todos os corações.

O coral emocionou todos.

Mamães, parabéns por serem presentes na educação de seus filhos e também por serem tão amorosas com eles.

Ah, nós do blog também temos uma homenagem preparada para as mães! Poesia de Alice Ruiz, voz também, com música de Alzira Espíndola. Apertem o “play”, aumentem o som e ouçam “Para elas”.

Um abraço!

Read Full Post »

Na quinta-feira passada, dia 29 de abril, o Professor Carlos, de História, convidou seus alunos, colegas de trabalho [o Professor Jardeson (Matemática) e a Professora Elisama (Inglês)  já estão dentro!] e os pais de alunos [que tal?] a fazerem uma leitura em conjunto do livro O Diário de Anne Frank. Todos os domingos serão determinados capítulos a serem lidos e discutidos no blog que o professor mantém desde 2008, o Sétima Aula.

Visitem o blog do Professor Carlos clicando na imagem. Participem da leitura e da discussão sobre o livro.

E é só o que ouvimos pelos corredores do Colégio: “Tia Tina, aqui tem O Diário de Anne Frank?”. [Puxa, a Biblioteca está em reformulação…] “Ah, hoje eu vou conseguir O Diário de Anne Frank!” “Você tem O Diário de Anne Frank?” Anne Frank pra lá, Anne Frank pra cá e o vírus da leitura começou a se espalhar e a contagiar o pessoal do colégio! Que maravilha! Que todos sejam contagiados pelas letras!

Um abraço!

Read Full Post »

Dia 23 de abril estreou a última versão cinematográfica do clássico de Lewis Carrol, Alice no país das maravilhas, dirigida pelo diretor norte-americano Tim Burton. Com estética sem-igual, Burton fez sua releitura da obra em 3D, colocando-nos dentro do país em que o coelho controla o tempo minuto a minuto e o Chapeleiro Maluco e a Lebre Aloprada oferecem “um chá tipicamente inglês” à Alice, antes que o dia acabe às 6 horas. No cinema e na televisão, já foram feitas, pelo menos, cinco versões do filme. A primeira versão cinematográfica foi filmada em 1903 – há 107 anos, lá no comecinho da história do cinema! –, tinha 12 minutos e, como os personagens não tinham fala no cinema, a trilha sonora embala nossa imaginação enquanto as imagens são colocadas quadro a quadro.

Será que muita coisa mudou desde então? Sabemos que sim, não é? Assistam o filme de 1903 e reparem em duas coisas: a primeira coisa a se observar é que a Alice é uma mulher mais velha [não é uma menina!]; também vamos nos admirar com o superefeito especial na “aparição” do gato [que era um bichinho de estimação do diretor]!

O original desta primeira versão tinha 12 minutos e o British Film Institute [cliquem no nome e visitem o site,vale a pena], que o restaurou recentemente, conseguiu recuperar aproximadamente 9 minutos.

Mas como hoje é dia de indicação de livros infantojuvenis [e já estamos muito atrasados, desculpem!], seguem algumas versões livrescas de Alice que estão recheando as livrarias este ano! A história é a mesma em todos, mas a maneira de contá-la e as ilustrações são totalmente diferentes. Tem versões em papel para todas as idades.

Aproveitem e um abraço!

Alice em mangá, da editora New Pop. Livro indicado para quem tem 12 anos ou mais.

Alice de bolso, da editora Jorge Zahar, com o texto integral. A partir de 12 anos também, mas, quem for curioso e tiver uns 10 anos, mais ou menos, pode lê-lo!

Alice traduzida não só no texto, mas nas ilustrações inovadoras de Luiz Zerbini. Publicado pela editora CosacNaify. Para leitores que tenham um pouco ou muito mais que 15 anos.

Este livro encanta crianças, adolescentes e adultos com suas lindas ilustrações que pulam do livro, como um filme em 3D. Publicado pela Ciranda Cultural e indicado para quem tem mais de 3 anos, oba!

Read Full Post »